quarta-feira, 7 de maio de 2014

Formando preconceituosos



Hoje foi um dia um pouco confuso para mim, refleti muito até chegar a esse titulo e a esse texto não podia imaginar jeito melhor de ser divulgado, vou explicar o motivo.
Ao voltar para minha casa por um caminho que há tempos não seguia, me deparei com um grupo bem grande de crianças, cuja as idades iam de 0 a 5 anos, e seus pais. A aglomeração se decorria por causa da saída de uma EMEI. Como de costume todos me observaram passar, já estou acostumada, muitas vezes nem dou bola, mas dessa vez resolvi prestar atenção. O que se ouvia era o questionamento e o entusiasmo das crianças querendo saber porque meu cabelo era roxo? como eu fiz essa "magica"? será que eles vão poder ter o cabelo roxo um dia? crianças sorrindo, impressionadas com tamanha novidade, mas como eu sempre digo, nada é um mar de rosas.
O que me espantou nesse episódio não foram as crianças impressionada, mas sim seus respectivos pais. Uma mãe simples mente virou o rosto de sua filha para o outro lado com o objetivo de me esconder da menina. Outros diziam que era feio, "Só gente loca faz isso".
Fiquei completamente confusa com aquela reação, imagino que eles ficaram com medo de que minha imagem pudesse corromper a educação dos seus filhos, ou "Vou dizer que é feio pra minha filha não querer se transformar nisso", mas o que ficou marcado para mim é que estamos cada vez mais formando pessoas preconceituosas. Ninguém nasce achando tal coisa feia, ou tal coisa errada, mas são ensinados a agir dessa forma e acreditar em tudo o que é dito, principalmente a criança que se inspira completamente em seus pais.
Imagine como minha imagem ficou na cabeça daquela criança? Louca, feia, estranha... tanta coisa deve se passar por aquela mente, menos a de que existe uma pessoa por baixo daquela imagem, por baixo daquele cabelo roxo.
Talvez a mensagem que eu quero passar não esteja chegando até vocês, então vamos mudar os personagens, vamos dizer que ao invés de cabelos roxo eu fosse negra e a mesma situação tivesse ocorrido? imagine as crianças perguntando, porque ela é dessa cor? como ela fez pra ficar assim? será que vou ficar assim um dia? e ao invés dos pais explicaram, respondessem "só gente louca é assim" "ser assim é feio". Que tal? deu pra entender?
Nós seres humanos possuímos um dom que nenhum outro ser vivo possui, nós falamos, nós entendemos, nós colocamos em pratica, quando você ouve a minha história com um motivo diferente, você consegue ver que tudo o que bastava naquele momento era uma explicação. Qual seria o problema em dizer que meu cabelo é roxo porque usei uma tinta? Por que é tão difícil lidar com pessoas diferentes de você?
Tampar o olho de uma criança para não me ver será que resolveria?
O pior de tudo é que já sabemos que essa geração que esta se formando terá muitos preconceituosos e tudo isso por um motivo tão simples, mas tão importante a falta de explicação.
Gostaria de deixar um recado pra você, meu amigo (a) que tem filho (a) e esta lendo o meu texto, converse com seu filho, abra as portas a ele, deixe ele ter sua própria opinião, não o oprima para que ele pense como você, "ensine o caminho, mas não o leve" Só assim essa geração pode ir pra frente. E saiba que, explicar que meu cabelo é roxo porque eu pintei não vai fazer com que seu filho pinte também.

Comente com o Facebook:

5 comentários:

  1. É triste ver quem em pleno século XXI, as pessoas ainda são tão preconceituosas. E olha que essas mesma se dizem contra o preconceito. Quero ensinar meus filhos a maneira correta e idai se eles quiserem pintar o cabelo de roxo? Vão deixar de ser meus filhos ? Não.

    adorei seu texto flor.

    www.maellenfialho.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada mesmo Maellen! você fara um bem pro mundo <3

      Excluir
  2. Lindo texto! Linda reflexão!
    Acredito que o preconceito é a maior prova de mediocridade e ignorância do ser humano! Estamos tão acostumados a ver preconceito racial, social e o homofóbico que não nos tocamos em coisas simples, como ser julgado apenas pela cor do cabelo!
    É uma pena que você tenha passado por isso, Beatriz!

    Adorei o texto!

    Beijos
    Adriano
    GeraçãoLeitura.com
    http://geracaoleiturapontocom.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Eu odeio, todo o tipo de preconceito! Não sei onde o mundo vai chegar, com tanta gente ridicula ao ponto de ter preconceito. Isso só mostra o tamanho da cabeça das pessoas, cabeça minuscula. Eu sou meia mulata, graças a Deus nunca sofri nenhum tipo de preconceito ou algo do tipo, agradeço a Deus, por nunca ter colocado gente tão istupida no meu caminho! É uma pena que ainda exista isso no mundo. Adorei como você falou desse assunto. E você é linda, de cabelo azul, roxo, amarelo, rosa, de qualquer jeito. Beijão <3 http://blogshootingstars.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Giovanna, que bom que existe pessoas como você, depois desse texto muita gente se solidarizou comigo, mas o que eu queria mesmo é que vissem que o preconceito esta em todo lugar e não só nas coisas que passam na tv. Claro que senti isso na pele, mas imagina quanta gente sofre preconceito por dia! O único jeito de acabar com isso é cuidando das próximas gerações! Você também é linda Giovanna espero que você nunca passe por isso <3 Beijos :*

      Excluir